Livro aberto de onde saem flores

Glossário das Alergias

Consulte a definição dos termos mais comuns relacionados com as alergias de exteriorX alergias de exterior
Alergias caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados no exterior, como pólenes de árvores, relva ou ervas daninhas, fungos, etc.; também designadas febre do feno ou alergias sazonais. As alergias de exterior tendem a durar períodos mais curtos do…
ou sazonais e com as alergias de interiorX alergias de interior
Alergias caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados em ambientes fechados, como pó, pelos de animais, baratas, ácaros, fungos ou partículas que se acumulam nos filtros do ar condicionado; também designada alergia perene. As alergias de interior…
neste glossário de alergiasX alergias
As alergias são uma resposta exacerbada do nosso organismo a substâncias normalmente inofensivas para a maior parte das pessoas
. Uma boa ajuda para conseguir tirar mais proveito das consultas com o alergologista ou pediatra!

A-M

N-Z

A

Ácaros do Pó

AlérgenoX Alérgeno
Substância que o nosso organismo percebe como estranha e prejudicial, desencadeando uma reação alérgica quando em contacto com a mesma. 
comum nas alergias de interiorX alergias de interior
Alergias caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados em ambientes fechados, como pó, pelos de animais, baratas, ácaros, fungos ou partículas que se acumulam nos filtros do ar condicionado; também designada alergia perene. As alergias de interior…
. Ácaros microscópicos que vivem nas fibras de colchões, cobertores, carpetes, entre outros. Encontram-se normalmente nas células mortas da pele. A inalação dos seus excrementos pode causar reações alérgicas desencadeando espirros, corrimento nasal e congestão nasal.

Acumulação de alérgenos

Substância que o nosso organismo percebe como estranha e prejudicial, desencadeando uma reação alérgica quando em contacto com a mesma.

Alérgeno

Substância que o nosso organismo percebe como estranha e prejudicial, desencadeando uma reação alérgica quando em contacto com a mesma. 

Alérgenos

Substância que o nosso organismo percebe como estranha e prejudicial, desencadeando uma reação alérgica quando em contacto com a mesma.

Alergia

Resposta exagerada do sistema imunitárioX sistema imunitário
Sistema de defesa do organismo, que nos protege contra agressões externas, como infeções e substâncias estranhas. 
a substâncias normalmente inofensivas para a maioria das pessoas – alérgenosX alérgenos
Substância que o nosso organismo percebe como estranha e prejudicial, desencadeando uma reação alérgica quando em contacto com a mesma.
– desencadeando sintomas alérgicos como corrimento nasal, obstrução nasal, espirros, comichão, olhos vermelhos, entre outros. 

Alergias

As alergiasX alergias
As alergias são uma resposta exacerbada do nosso organismo a substâncias normalmente inofensivas para a maior parte das pessoas
são uma resposta exacerbada do nosso organismo a substâncias normalmente inofensivas para a maior parte das pessoas

Alergias de Exterior

AlergiasX Alergias
As alergias são uma resposta exacerbada do nosso organismo a substâncias normalmente inofensivas para a maior parte das pessoas
caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados no exterior, como pólenesX pólenes
Grãos muito pequenos e invisíveis a olho nu, tipicamente amarelos, essenciais para que as plantas se reproduzam, e que normalmente são transportados pelo ar.
de árvores, relva ou ervas daninhas, fungosX fungos
Fungos parasitas, microscópicos (como Alternaria) que são transportados no ar, assim como o pólen. Os esporos dos fungos são alérgenos comuns, que se encontram principalmente em áreas húmidas, como caves ou banheiras/ polibãs, mas também ao ar livre, como na relva, folhas de plantas e árvores, feno…
, etc.; também designadas febre do fenoX febre do feno
Consulte Alergias Sazonais. 
ou alergias sazonaisX alergias sazonais
Doença crónica caracterizada por uma reação exagerada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados no exterior, como pólenes de árvores, relva ou ervas daninhas, fungos; também designada de febre do feno ou alergias de exterior.
. As alergias de exteriorX alergias de exterior
Alergias caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados no exterior, como pólenes de árvores, relva ou ervas daninhas, fungos, etc.; também designadas febre do feno ou alergias sazonais. As alergias de exterior tendem a durar períodos mais curtos do…
tendem a durar períodos mais curtos do que aquelas causadas pela exposição a alérgenos de interior. 

Alergias de Interior

Alergias caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados em ambientes fechados, como pó, pelos de animaisX pelos de animais
Pequenas escamas que se desprendem da pele dos animais e ficam presas nos seus pelos. Estas escamas flutuam pelo ar, assentando em superfícies, e podem contribuir para o pó que se acumula nas habitações. As escamas de gato são uma das causas mais comum de reações alérgicas.
, baratas, ácaros, fungos ou partículas que se acumulam nos filtros do ar condicionado; também designada alergiaX alergia
Resposta exagerada do sistema imunitário a substâncias normalmente inofensivas para a maioria das pessoas – alérgenos – desencadeando sintomas alérgicos como corrimento nasal, obstrução nasal, espirros, comichão, olhos vermelhos, entre outros. 
perene. As alergias de interior tendem a durar mais do que as causadas pela exposição a alérgenos de exterior. 

Alergias Perenes

Alergias caracterizadas por uma reação exacerbada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados em ambientes fechados, como pó, pelos de animais, baratas, ácaros, fungos ou partículas que se acumulam nos filtros do ar condicionado; também designada alergia de interior. As alergias de interior tendem a durar mais do que as causadas pela exposição a alérgenos de exterior. 

Alergias Sazonais

Doença crónica caracterizada por uma reação exagerada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados no exterior, como pólenes de árvores, relva ou ervas daninhas, fungos; também designada de febre do feno ou alergias de exterior.

Anafilaxia

Reação alérgica grave (reação anafilática), que pode pôr em risco a vida. Caracteriza-se pela presença de pressão arterial baixa, sibilo, vómitos ou diarreia, inchaço e urticáriaX urticária
A urticária manifesta-se por lesões avermelhadas, acompanhadas de comichão, inchaço e vermelhidão, com origem repentina em qualquer parte do corpo incluindo rosto, lábios, língua, garganta ou orelhas. Pode ser o resultado de uma reação adversa do organismo a alguns alérgenos. 

Angioedema

Inchaço semelhante à urticária, mas que ocorre sob a pele e não à superfície. O angioedemaX angioedema
Inchaço semelhante à urticária, mas que ocorre sob a pele e não à superfície. O angioedema manifesta-se por um inchaço acentuado, ocorrendo geralmente em redor dos olhos e lábios e, às vezes, nas mãos e pés. 
manifesta-se por um inchaço acentuado, ocorrendo geralmente em redor dos olhos e lábios e, às vezes, nas mãos e pés. 

Anti-histamínico

Medicamento que alivia os sintomas alérgicos como espirros, comichão e corrimento nasal, ao bloquear os recetores de histaminaX histamina
Substância natural libertada pelo sistema imunitário após o organismo ter sido exposto a um alérgeno. Os mastócitos, células imunitárias localizadas nas membranas nasal e sinusal, libertam histamina, que se liga aos recetores dos vasos sanguíneos próximos, provocando a sua dilatação. A histamina…
, impedindo a sua ligação.

Anticorpos

Proteínas especializadas, produzidas pelos glóbulos brancos (células imunitárias), que circulam no sangue. Os anticorposX anticorpos
Proteínas especializadas, produzidas pelos glóbulos brancos (células imunitárias), que circulam no sangue. Os anticorpos ligam-se a proteínas, micro-organismos, toxinas ou outras substâncias estranhas ao organismo, a fim de neutralizá-los. Fazem parte do sistema imunitário. 
ligam-se a proteínas, micro-organismos, toxinas ou outras substâncias estranhas ao organismo, a fim de neutralizá-los. Fazem parte do sistema imunitário. 

Antigénio

Substância, geralmente uma proteína, que o corpo percebe como estranha. 

B

Boletim Policlínico – Concentração de Pólenes no ar

Mede a quantidade de pólenX pólen
Grãos muito pequenos e invisíveis a olho nu, tipicamente amarelos, essenciais para que as plantas se reproduzam, e que normalmente são transportados pelo ar. 
no ar. As contagens são geralmente feitas para três tipos de pólenes: gramíneas, árvores e ervas daninhas. A contagem é dada em grãos por metro cúbico de ar e é traduzida para um nível correspondente: ausente, baixo, moderado, alto ou muito alto. 

C

Caspa do animal

Pequenas escamas que se desprendem da pele dos animais e ficam presas nos seus pelos. Estas escamas flutuam pelo ar, assentando em superfícies, e podem contribuir para o pó que se acumula nas habitações. As escamas de gato é uma das causas mais comum de reações alérgicas.

Concentração de pólen

Mede a quantidade de pólen no ar. As contagens são geralmente feitas para três tipos de pólenes: gramíneas, árvores e ervas daninhas. A contagem é dada em grãos por metro cúbico de ar e é traduzida para um nível correspondente: ausente, baixo, moderado, alto ou muito alto.

Concentração de pólenes

Mede a quantidade de pólen no ar. As contagens são geralmente feitas para três tipos de pólenes: gramíneas, árvores e ervas daninhas. A contagem é dada em grãos por metro cúbico de ar e é traduzida para um nível correspondente: ausente, baixo, moderado, alto ou muito alto.

Conjuntivite

Inflamação da conjuntiva – tecido que reveste o interior da pálpebra. Quando a causa é uma infeção bacteriana designa-se conjuntiviteX conjuntivite
Inflamação da conjuntiva – tecido que reveste o interior da pálpebra. Quando a causa é uma infeção bacteriana designa-se conjuntivite bacteriana. Por outro lado, se a causa é alérgica designa-se conjuntivite alérgica. 
bacteriana. Por outro lado, se a causa é alérgica designa-se conjuntivite alérgica. 

D

Dermatite

Inflamação da pele, que ocorre devido ao contacto direto com uma substância irritante, desencadeando uma reação alérgica. Os sintomas incluem vermelhidão, comichão, e por vezes, desenvolvimento de vesículas (bolhas). 

Descongestionante

Medicamento que atua na mucosa nasal, permitindo o alívio de sintomas como o inchaço, congestão e corrimento nasal. 

F

Febre do Feno

Consulte Alergias SazonaisX Alergias Sazonais
Doença crónica caracterizada por uma reação exagerada do sistema imunitário a alguns alérgenos encontrados no exterior, como pólenes de árvores, relva ou ervas daninhas, fungos; também designada de febre do feno ou alergias de exterior.

Fungos

FungosX Fungos
Fungos parasitas, microscópicos (como Alternaria) que são transportados no ar, assim como o pólen. Os esporos dos fungos são alérgenos comuns, que se encontram principalmente em áreas húmidas, como caves ou banheiras/ polibãs, mas também ao ar livre, como na relva, folhas de plantas e árvores, feno…
parasitas, microscópicos (como Alternaria) que são transportados no ar, assim como o pólen. Os esporos dos fungos são alérgenos comuns, que se encontram principalmente em áreas húmidas, como caves ou banheiras/ polibãs, mas também ao ar livre, como na relva, folhas de plantas e árvores, feno ou sob cogumelos. 

H

HEPA

Do inglês High-efficiency particulate air (HEPAX HEPA
Do inglês High-efficiency particulate air (HEPA), em português lê-se Alta eficiência para partículas de ar. Filtro que remove partículas do ar, através de um processo que força a passagem do ar por uma malha de fibras, contendo poros microscópicos, onde são capturadas as partículas. 
), em português lê-se Alta eficiência para partículas de ar. Filtro que remove partículas do ar, através de um processo que força a passagem do ar por uma malha de fibras, contendo poros microscópicos, onde são capturadas as partículas. 

Hipoalergénico

Produtos com menor probabilidade de causar uma reação alérgica. 

Hipoalergénicos

Produtos com menor probabilidade de causar uma reação alérgica.

Histamina

Substância natural libertada pelo sistema imunitário após o organismo ter sido exposto a um alérgenoX alérgeno
Substância que o nosso organismo percebe como estranha e prejudicial, desencadeando uma reação alérgica quando em contacto com a mesma. 
. Os mastócitos, células imunitárias localizadas nas membranas nasal e sinusal, libertam histamina, que se liga aos recetores dos vasos sanguíneos próximos, provocando a sua dilatação. A histamina também se liga a outros recetores localizados nos tecidos nasais, causando vermelhidão, inchaço, prurido (comichão) e alterações nas secreções. 

N

Nasal Decongestant

Medication that shrinks swollen nasal tissues to relieve symptoms of nasal swelling, congestion, and mucus secretion.

P

Pelos de animais

Pequenas escamas que se desprendem da pele dos animais e ficam presas nos seus pelos. Estas escamas flutuam pelo ar, assentando em superfícies, e podem contribuir para o pó que se acumula nas habitações. As escamas de gato são uma das causas mais comum de reações alérgicas.

Pelos de Animal

Pequenas escamas que se desprendem da pele dos animais e ficam presas nos seus pelos. Estas escamas flutuam pelo ar, assentando em superfícies, e podem contribuir para o pó que se acumula nas habitações. As escamas de gato é uma das causas mais comum das alergias. 

Pólen

Grãos muito pequenos e invisíveis a olho nu, tipicamente amarelos, essenciais para que as plantas se reproduzam, e que normalmente são transportados pelo ar. 

Pólenes

Grãos muito pequenos e invisíveis a olho nu, tipicamente amarelos, essenciais para que as plantas se reproduzam, e que normalmente são transportados pelo ar.

R

Rinite

Inflamação da membrana mucosa nasal. 

Rinite Alérgica

A Rinite AlérgicaX Rinite Alérgica
A Rinite Alérgica é causada pela reação exacerbada do sistema imunitário ao contacto com alérgenos e manifesta-se pela presença de sintomas nasais como corrimento nasal associado a um ou mais dos sintomas seguintes: espirros, especialmente violentos e seguidos, obstrução nasal, prurido (comichão)…
é causada pela reação exacerbada do sistema imunitário ao contacto com alérgenos e manifesta-se pela presença de sintomas nasais como corrimento nasal associado a um ou mais dos sintomas seguintes: espirros, especialmente violentos e seguidos, obstrução nasal, prurido (comichão) nasal e conjuntivite.  

S

Sintomas das alergias

Resposta exagerada do sistema imunitário a substâncias normalmente inofensivas para maioria das pessoas – alérgenos – desencadeando sintomas alérgicos como corrimento nasal, espirros, comichão, entre outros.

Sinusite

Inflamação dos seios paranasais causada por alergias ou infeções bacterianas, virais ou fúngicas. 

Sistema Imunitário

Sistema de defesa do organismo, que nos protege contra agressões externas, como infeções e substâncias estranhas. 

U

Urticária

A urticária manifesta-se por lesões avermelhadas, acompanhadas de comichão, inchaço e vermelhidão, com origem repentina em qualquer parte do corpo incluindo rosto, lábios, língua, garganta ou orelhas. Pode ser o resultado de uma reação adversa do organismo a alguns alérgenos. 

Urticária Crónica Idiopática

Afeção comum na pele, que se caracteriza por lesões avermelhadas, acompanhadas pela presença de prurido (comichão) e vermelhidão sem que seja conhecida a sua causa.