Alergias de Exterior ou Sazonais

Desfrute de mais momentos ao ar livre! Descubra as substâncias mais comuns que desencadeiam as  alergias  de exterior, principalmente durante a primavera. Assim, pode limitar a exposição a estes alérgenos sazonais, que tanto desconforto causam e que desencadeiam tantas vezes a  rinite  alérgica. 

Alergias de exterior   são muitas vezes designadas por alergias sazonais , uma vez que têm uma duração limitada, consoante a época do ano. Uma alergia é uma reação de hipersensibilidade do sistema imunitário  a algo que normalmente, para a maioria das pessoas, é inofensivo. As alergias  de exterior caracterizam-se por uma reação exagerada do sistema imunitário a substâncias – alérgenos – normalmente encontradas no exterior, como os pólenes de flores ou árvores, relva, arbustos e gramíneas, fungos , entre outros. As alergias de exterior podem começar desde fevereiro e durar até à primeira geada, dependendo da região onde vive e das condições climáticas atuais. Os meses com maior prevalência de alergias são abril e maio. 

Embora seja difícil evitar a exposição aos alérgenos sazonais, abaixo encontra dicas úteis para que aproveite mais intensamente as atividades ao ar livre. 

Para saber mais, selecione um tipo de alergia: 

 

ALERGIAS AOS PÓLENES

ALERGIAS AOS FUNGOS

ALERGIAS DE EXTERIOR - SINTOMAS

Icon corrimento nasal
CORRIMENTO NASAL
Icon Olhos lacrimejantes e com comichão
OLHOS LACRIMEJANTES E COM COMICHÃO
Icon espirros
ESPIRROS
icon prurido nasal e na garganta
PRURIDO (COMICHÃO) NASAL
Icon congestão nasal
CONGESTÃO NASAL
an outline of a cloud

Alergias aos Pólenes 

Visão Geral 

Um dos alérgenos mais comuns nas alergias  de exterior são os grãos de pólen . São substâncias pequenas, leves e secas, o que lhes confere as características ideias para serem transportados pelo vento. A concentração de pólen pode variar diariamente, dependendo de vários fatores, incluindo o clima. Por exemplo, o tempo seco e ventoso permite o transporte rápido dos pólenes pelo ar. No entanto, chuvas fortes e condições climáticas húmidas, fazem com que os pólenes sejam transportados pelas chuvas, retirando-os da atmosfera. Geralmente, plantas e árvores que polinizam com a ajuda do vento causam mais problemas para todos os que sofrem com as alergias de exterior ou sazonais. 

Pólen de ervas daninhas: A ambrósia é uma erva daninha com origem na América do Norte, que se espalhou um pouco por todo o mundo. Em Portugal, esta espécie está presente, embora com uma distribuição relativamente limitada. No entanto, sabe-se que a planta encontra condições propícias à sua reprodução numa parte considerável do país. É uma das principais causas dos sintomas alérgicos associados aos pólenes. Esta planta pode ser encontrada em campos secos, pastagens e estradas. 

Pólen de gramíneas: Existem centenas de tipos diferentes de gramíneas. No entanto, apenas alguns causam alergias. Os tipos mais comuns de gramíneas que causam alergias de exterior incluem Aveia amarela, Dáctilo, Erva comum e Azevém. As gramíneas geralmente polinizam no final da primavera e início do verão, nos meses de maio e junho, na região da Península Ibérica. No entanto, as gramíneas podem existir em pequenas concentrações durante todo o ano. 

Pólen de árvores: Quando falamos de pólenes de árvores, os que mais frequentemente causam alergias são os das espécies folhosas de madeira, incluindo bétula, carvalho, olmo, bordo, freixo, amieiro e avelã. Geralmente, estas árvores polinizam desde o final do inverno até ao final da primavera, dependendo de região para região. 

Outlined lightbulb with rays of light

SABIA QUE?

O pólen de ambrósia, um dos alérgenos mais causadores de alergias  de exterior, foi encontrado na direção do mar a 645 Km de distância e na atmosfera a 3 km de altura. 

Dicas para quem sofre de Alergias aos Pólenes

  • CONTROLE OS HORÁRIOS DAS SAÍDAS 
    As concentrações de pólenes de ambrósia são normalmente mais altas de manhã e ao entardecer. Deste modo, planeie as atividades ao ar livre, fora destes horários. 
  • PROTEJA AS ZONAS DE ENTRADA DOS ALÉRGENOS  
    Se estiver a trabalhar ao ar livre, como por exemplo num jardim, use uma máscara social ou reutilizável. A mascára permite fazer uma barreira entre o alérgeno e o local de entrada do mesmo no organismo. 
  • MUDE ALGUNS HÁBITOS 
    Os grãos de pólen podem ser transportados para dentro de casa através de sapatos, roupas e cabelos. Depois de passar algum tempo ao ar livre, tire os sapatos, tome um banho rápido e troque de roupa, quando chega a casa. Assim, está a remover possíveis pólenes que podem vir a causar crises de rinite alérgica - aumento das secreções nasais provocando muito desconforto.
  • DEIXE O AR CIRCULAR 
    Quando conduz, mantenha as janelas abertas e coloque o ar condicionado em "circulação". Em casa, mantenha as janelas fechadas e use ar condicionado. No entanto, deve verificar e trocar os filtros com frequência. 
  • EVITE ALGUMAS ÁRVORES NO SEU JARDIM 
    Qual o tipo de árvores que deve plantar no seu jardim ou na propriedade à volta de sua casa? Evite árvores de folha caduca que podem agravar as  alergias  como bétula, carvalho, olmo, bordo, freixo, amieiro e avelã. Uma boa alternativa é escolher árvores de espécies como catalpa, murta, abeto ou sequóia. 
  • ESCOLHA AS PLANTAS CERTAS PARA O SEU JARDIM 
    Alguns tipos de gramíneas produzem mais grãos de pólen como as gramíneas Phleum pratense, Sorghum halepense, Cynodon dactylon, Dactylis glomerata, Lolium perenne, Poa pratensis e Anthoxanthum odoratum. Deve evitar este tipo de plantas no seu jardim para se proteger das alergias de exterior . Uma alternativa a estas plantas é, por exemplo, a capim-buffel do género feminino, uma vez que não floresce e, por isso, produz poucos ou nenhuns pólenes. Evite também plantar no seu jardim Girassóis, Margaridas e Crisântemos, pois a ambrósia (erva daninha) tem afinidade para estas plantas. Se não tem a certeza que tipo de plantas deve colocar no jardim, peça informações no centro de jardinagem onde as comprar. 
an outline of a cloud

Alergias aos Fungos 

Visão Geral 

As  alergia aos fungos  são desencadeadas por esporos de fungos microscópicos, que são transportados no ar como pólen , causando sintomas alérgicos. É comum pensar que os fungos são um problema que afeta maioritariamente o interior das casas. No entanto, estes também se podem encontrar no exterior, principalmente em zonas húmidas e abrigadas do sol como no solo, em plantas, madeira podre ou folhas mortas. 

Os fungos crescem normalmente em ambientes húmidos, por isso os sintomas alérgicos desencadeados por fungos têm tendência a ser mais comuns durante os meses de verão, quando o calor e a humidade são mais intensos. No entanto, é importante clarificar que em regiões onde o clima é mais quente os fungos podem prevalecer durante todo o ano. Enquanto os grãos de pólen desaparecem com a primeira geada, os esporos dos fungos ficam simplesmente adormecidos durante o inverno. Quando chega a primavera, estes esporos voltam a crescer, retomando o ciclo e aumentando as possibilidades de surgirem alergias de exterior

Outlined lightbulb with rays of light

SABIA QUE?

Enquanto alguns fungos formam colónias passíveis de serem vistas a olho nu, outros só podem ser vistos recorrendo ao microscópio. Por isso, só porque não consegue ver os fungos, não significa que eles não estejam lá! 

Dicas para quem sofre de Alergias aos Fungos

  • MUDE ALGUNS HÁBITOS 
    Os sapatos, roupas e cabelos podem ser portadores de fungos . Depois de passar algum tempo ao ar livre, tire os sapatos, tome um banho rápido e troque de roupa, quando chega a casa. Se estiver com pressa, lave pelo menos bem as mãos e o rosto, assim que chegue a casa. 
  • VARRA AS FOLHAS CAÍDAS NO SEU JARDIM 
    Os fungos podem-se acumular nas folhas mortas caídas no chão. Por isso, não se esqueça de varrer o quintal ou jardim com frequência. Como enquanto varre, pode lançar os esporos dos fungos no ar, use uma máscara para fazer esta tarefa. Se puder peça ajuda de outra pessoa da família que não seja alérgico. 
  • USE MÁSCARA NAS TAREFAS DE JARDINAGEM 
    Use uma máscara que filtre o ar, para reduzir a exposição aos fungos quando corta a relva, varre as folhas do seu jardim ou faz jardinagem. Pode encontrar estas máscaras em farmácias. Se possível, recorra a uma pessoa da sua família, que não seja alérgico, para o ajudar nestas tarefas. 
  • USE MÁQUINA DE SECAR ROUPA 
    Roupas de cama ou roupas penduradas num estendal a secar, podem facilmente ganhar fungos, para além de outros alérgenos . Em alternativa, se possível, use uma máquina de secar roupa. 

Produtos de Claritine®

Embalagem Claritine® 10mg comprimidos 

Claritine® 10mg comprimidos

1 comprimido Claritine® 10mg comprimidos alivia os sintomas de rinite alérgica durante 24 horas, sem efeito sedativo.